sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

O que é Drift?

Nasce a 40 anos a famosa técnica chamada de Drift, com Kunimitsu Takahashi, que consiste basicamente em derrapar na curva em velocidade, saber controlar o veículo e testar seu limite.


O Drift King Keiichi Tsuchiya na época era corredor de rua e se interessou pelas técnicas de Takahashi, começou treinando nas montanhas do Japão (Touge), ficando famoso pilotando um Trueno - Toyota AE86. Participou de inúmeras corridas, mais tarde de julgamentos de campeonatos além de ensinar o estilo Drift e ser diretor de uma equipe da Super GT. E quem não se lembra por exemplo, de Tsuchiya no Velozes e Furiosos - Desafio em  Tóquio?




No Japão a arte do Drift é muito popular entre os hashiriya (corredores de rua) desde meados de 1980, mas começou a ter mais atenção nos Estados Unidos por volta de 2003, com o crescimento do JDM (Japanese Domestic Market), tornando-se hoje muito popular, principalmente na Califórnia. Já no Brasil se começou a ser conhecido a partir do filme do Velozes e Furiosos, ainda em crescimento por aqui, temos algumas equipes como a Drift Company, Drift Show e SPL Drift Project.




Para iniciar no Drift é necessário um carro de tração traseira, no Brasil a maioria dos carros nacionais é de tração dianteira, mas temos como exemplo o Chevette, Omega, Opala, Maverick e Lobini de tração traseira. Se começarmos a falar dos carros importados a história muda, e temos muitas opções de modelos japoneses como por exemplo Skyline e Silvia (Nissan), o Evo (Mitsubishi), Supra (Toyota), RX-7 (Mazda) e o próprio AE86 (Toyota), os europeus como S3 (BMW) e Lotus, entre tantos outros.



É possível realizar o Drift com carros de tração dianteira e também com sistema AWD (tração nas 4 rodas), mas isso chama-se Power Slide.
Com o Drift deve-se unir pontos essenciais como traçado, velocidade, ângulo de entrada e saída da curva e controle. Forçar a curva com o carro evitando que o carro gire, virando a direção ao contrário do convencional e equilibrando a aceleração.



Existem vários estilos de Drift como Side (utilizando freio de mão), Power Over (bastante aceleração), Braking (Pisar no freio na curva em alta velocidade), Acell Off (entrar rápido e soltar acelerador), Feint (jogar o carro para o lado contrário da curva, curva invertida) e muitos outros.




D1 Drift Championship - Japão - manobra perfeita



Fotos do evento Fullpower Fest




How to Drift - Part I - Keiichi Tsuchiya




How to Drift - Part II - Keiichi Tsuchiya



DVD recomendado: www.gtchanel.com


Fonte: Drifting - Sideways from Japan to America (livro)
Texto e fotos: Katia Hashimoto
Fotos no evento Fullpower Fest em São Paulo
Agradecimento : Rogério Lima, Marcelo Hayashi, Marcello Giovanni e Rodrigo Passos

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

GT-R e suas gerações

A história do Skyline GT-R começa em 1969 com a primeira geração. Conhecido como Hakosuka (KPGC10 e PGC10) possuia motor 2.0 DOHC S20 de 160cv a 7000rpm, 6 cilindros em linha e descende do Nissan R380 de competição. Sua produção foi até 1972, quando entra em cena a segunda geração conhecida como "Ken & Mary", que infelizmente não foi bem sucedida devido a uma crise em meados de 1970 a qual baixou a procura por carros de alta performance. O C110 de 1973, possuia também o motor 2.0 S20 de 160cv, além das duas gerações do Skyline, o motor S20 equipou o Fairlady Z de 1969 a 1972.




A terceira geração, comumente chamada de R32, conhecido também como Godzilla (foi apelidado pela publicação Wheels australiana), dominou o automobilismo no Japão a partir de 1989. Com motor 2.6 RB26DETT I6 de 276cv bi-turbo. Para as corridas, a REINIK (Racing & Rally Engeneering Division) que incorporou a Nissan Kohi (Nissan's power train engineering and manufactoring facility) produzia motores de 500 a 600cv.
No começo de 1990, a série especial GT-R Nismo, foi introduzida na história da Nissan. Com modificações na aerodinâmica usadas nas corridas do Grupo A no Japão. Em 91, aparece o R32-N1, produzido para o mercado japones, teve modificações no motor e menor peso. Com a Nissan nos Grupos N e A, em 93 fez sucesso o GT-R V-Spec (Victory Specification), com freios Brembo, rodas aro 17" da BBS e modificações que melhoraram a performance do carro.




Em 95, surge a quarta geração (R33), similar a R32 sofreu pequenas modificações no motor, freios e suspensão. Foram lançados também os modelos R33 V-Spec e R33 N1, com as mesmas especificações dos anteriores e o sistema  ATTESA-ETS Pro (Advanced Total Traction Engineering System for All-Terrain - Eletronic Torque Split), que controla a tração.
Uma edição especial do R33 chamada de Nismo 400R (Racing) foi projetada pela Nismo (Nissan Motorsports International) com motor RBX-GT2 da REIMAX (REINIK), e várias modificações que levaram o motor para 400cv de potência e velocidade máxima 300 km/h.



Em seguida (99) surge o R34, quinta geração, inclusive nas versões V-Spec, N1 e M-Spec (Mizuno, engenheiro chefe da Nissan). Possuindo o motor 2.6 RB26DETT I6, mas com 6 marchas. As novidades começam no painel, onde pode-se ver por exemplo as estatísticas do veículo, temperaturas do sistema, entre outras medições. As últimas versões foram chamadas de Nür, como a GT-R V-Spec II Nür e M-Spec Núr, desenvolvidas na pista de Nürburgring, com a possibilidade de "tunar" o carro para 450cv. E ainda, versões Nismo S-Tune, R-Tune e Z-Tune.
Com fim do R34 em 2002, a Nissan anunciou a separação dos nomes Skyline e GT-R, passando a ser chamado apenas como GT-R, no caso do atual R35, lançado em 2007.



 O R35 inspirado nos Gundam robots, possui motor 3.8 V6 VR38DETT bi-turbo de 485cv e velocidade máxima de 311 km/h. Este belo exemplar esportivo conquistou aficcionados pelo mundo e a versão V-Spec foi lançada em 2009, com partes em fibra de carbono, pintura especial, rodas Nismo, entre outras modificações especiais.
Foi testado e comparado contra Porsche 911 GT3, Lamborghini Gallardo, Audi R8, BMW M3 e Corvette ZR1's em várias pistas, inclusive em Nürburgring.
Em 2008 foi introduzido na Super GT - GT500, substituindo o 350Z. onde temos o piloto brasileiro João Paulo de Oliveira competindo pela Kondo Racing.


Super GT - GT500 http://rikilee.com/blog/


Em 2009 o GT-R entrou para a GT1 World Championship apenas para testes de afinamento, sem pontuação. Mas neste ano de 2010, duas equipes: a Sumo Power e a Swiss Racing Team tiveram participação nas etapas desta competição.



Sumo Power e Swiss Racing

Em outubro deste ano foi anunciado no Japão a linha 2012, aparentemente com poucas modificações, mas com mais potência e aerodinâmica. Motor de 530cv e torque de 62,4kgfm (60kgfm anterior). Novidade é a versão EGOIST, seguindo a tendência do mercado mundial, o veículo pode sair de fábrica de acordo com o gosto do dono.




DVDs recomendados: http://www.gtchannel.com/


fontes:
http://www.gtrnissan.com
http://www.nismo.co.jp

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Gran Turismo 5 nas ruas de São Paulo

O Gran Turismo é um jogo concebido por Kazunori Yamauchi, desenvolvido pela Polyphony Digital e lançado pela Sony em 1997, desde então sucesso entre os aficcionados por carros.

Imagem extraída do Gran Turismo 5

A versão 5 do Gran Turismo, um dos jogos mais esperados para Playstation 3, teve seu lançamento no Brasil no começo deste mês de dezembro.
Neste final de semana, alguns dos carros presentes no mundo virtual do jogo desfilaram na realidade das ruas de São Paulo, nosso amigo Flavio Ramos flagrou com seu celular e gentilmente nos enviou as imagens.

Foto: Flavio Ramos

No GT5 como é comumente chamado, estão presentes mais de 1000 tipos de carros e 75 variações de pistas, com circuitos conhecidos como Suzuka e Nürburgring, além de que o jogador pode também editar os circuitos como opção.

Foto: Flavio Ramos

Sucesso em vendas, este jogo realiza os nossos sonhos de ter os carros mais cobiçados do mundo, pelo menos na telinha, em simulações onde até o comportamento de dirigibilidade muda de acordo com o modelo escolhido.

Imagem extraída do Gran Turismo 5

A conquista de "dinheiro" para comprar os modelos e pontuação para aumentar o nível do piloto faz com que o jogador queira atingir o máximo, isto é, sair do principiante para ser especialista e até radical.

Imagem extraída do Gran Turismo 5

Vídeo Oficial da ação promocional da Sony

Youtube : kathashimoto

domingo, 12 de dezembro de 2010

Conhecendo a FIA GT1 World

A GT1 World Championship é uma competição regulamentada pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e promovida pela Organização Stéphane Ratel (SRO).



As corridas de GT começaram em meados de 1950 com a primeira FIA GT Cup, mas em 1997 foi oficializada a FIA GT series promovida pela SRO, envolvendo marcas como Aston Martin, Ford, Corvette, Lamborghini, Maserati e Nissan e levando a GT (Grand Touring) por 10 países, incluindo neste ano de 2010 o Brasil (Pista de Interlagos em São Paulo).




Com a participação das duplas brasileiras nas corridas, Xandinho Negrão e Enrique Bernoldi, Daniel Serra e Chico Longo, Sérgio Jimenez e Cláudio Dahruj e de Ricardo Zonta o campeonato se tornou mais conhecido para o público do Brasil, principalmente com a vitória brasileira em Interlagos. Na etapa seguinte na Argentina Sérgio Jimenez ficou em 4o. lugar.


  

Atualmente são 12 equipes independentes, 24 carros e 48 pilotos, que na próxima temporada em 2011 poderão levar suas belas máquinas para pistas como Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos),  Zolder (Bélgica), Algarve (Portugal), Sachsenring (Alemanha - a confirmar), Silverstone (Grã Bretanha), Navarra (Espanha), Paul Ricard (França), Ordos (China), Curitiba (Brasil) e San Luis (Argentina).



 Autódromo Internacional de Curitiba - Pista brasileira da penúltima etapa de 2011




As equipes e os carros: 

Vitaphone Racing Team  - Maserati MC12   
Hexis AMR - Aston Martin DB9   
Reiter - Lamborghini Murcielago R-SV   
Young Driver AMR - Aston Martin DB9   
Matech Competition - Ford GT Matech    
Sumo Power GT - Nissan GT-R   
Triple H Team Hegersport - Maserati MC12   
Marc VDS Racing Team - Ford GT Matech   
All-Inkl.com Münnich Motorsport    
Swiss Racing Team - Nissan GT-R
Mad-Croc Racing - Corvette Z06
Phoenix Racing - Corvette Z06



 Nissan GT-R Equipe Swiss Racing Team na pista de Interlagos em São Paulo

Notícias indicam que as equipes Matech Competition e a Triple H Team podem deixar a GT1 no próximo ano, podendo ser por dificuldade de patrocínio. E como novidade ainda em especulação podem aparecer nas corridas BMW Alpina B6, Veritas RS III e o Lexus LFA.

Fonte: http://www.autoblog.com / http://www.gt1world.com
Texto / Fotos: Katia Hashimoto

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Piloto Carlos Burza - Itaipava GT

Carlos Burza é piloto da Itaipava GTBR4, advogado, casado e com uma filha, gosta de corridas, restauração de veículos e boa música.
Se formou em Administração Pública e em Direito, sendo que possui um escritório de advocacia juntamente com o piloto Marçal Melo e 2 outros sócios.




Carlos aprendeu a dirigir muito cedo e pegou gosto pelos carros, participando de corridas de Kart de 1999 a 2003, foi convidado em 2008 para correr na Itaipava GT, na qual pilota uma Ginetta G50 juntamente com o piloto Leonardo Burti.
A Ginetta G50 é um carro vindo da Inglaterra, cuja fábrica foi fundada em 1958, possui peso de 945 kg, motor dianteiro Ford Cyclone um V6 de 3.5 litros  e potência máxima aproximada: 295 BHP a 6500 RPM com torque maximo aproximado: 339 Nm a 4500 RPM.


HM - Hashimoto Motorsport           
CB - Carlos Burza

 
HM: Qual foi o dia mais emocionante ou surpreendente desde que começou a correr pela Itaipava GT?

CB: O Dia mais surpreendente foi o dia em que o Cleber Faria me disse que eu participaria do Itaipava Troféo Maserati, seguido dos dias que vieram logo depois, onde estreei no automobilismo, propriamente dito. Pois antes disso só havia disputado corridas de Kart. Foi inacreditável. O Cleber viu que eu estava duvidando e pediu que ligasse para o Sr. Hoyer, Presidente da Krones do Brasil Ltda. E este me disse que era tudo verdade. Cancelei e adiantei os compromissos que pude, treinei na sexta, não classifiquei no sábado e corri no domingo, sozinho, porque o meu sócio, Marçal, que também fora convidado, não quis arriscar estrear na mesma condição.
Larguei em último na 1a bateria, cheguei em 7o. Na segunda larguei em 7o e quando estava em 5o, quebrou a bomba de gasolina e tive que abandonar. Foi um fim de semana fantástico.

HM: É difícil conciliar trabalho como advogado, família e as corridas?

CB: Não é difícil. Tanto eu quanto meu sócio Marçal Melo, conciliamos satisfatoriamente todos os compromissos. Logicamente os compromissos do escritório estão em primeiro lugar. Com relação à família, procuro sempre estar junto da minha mulher e filha. Sempre que possível elas me acompanham nas pistas, onde quer que seja. Não tem nada mais importante, pra mim, do que a minha família.

HM: O que diria para alguém que gostaria de começar a correr? Quais seriam as dicas?

CB: Outro dia conversando com um amigo do Twitter, disse a ele, como já mencionei em meu Blog que comecei a correr com carros com 48 anos de idade. Mesmo sendo apaixonado por automobilismo desde criança. Acho que se uma pessoa gosta de automobilismo, mesmo que aquilo não se torne o principal foco da vida daquela pessoa, não desista nunca de perseguir o seu sonho.





Agradecimentos especiais ao grande Carlos Burza que gentilmente concedeu esta entrevista. Quero acrescentar que torcemos pelo sucesso dele não somente na próxima temporada mas sempre.

Fórmula 1 - Lotus Renault GP


Aliança estratégica entre duas empresas resulta na criação da Lotus Renault GP. O grupo Lotus comprou ações da equipe que pertencia a Genii Capital com acordo até 2017.




Suposta pintura para a Lotus (http://www.electroduo.com)


A Renault permanece na Fórmula 1 "como um fornecedor de motores e conhecimentos de engenharia".
Dany Bahar executivo do Grupo Lotus declarou: "Nós estamos cientes de que tem havido muita controvérsia em torno do uso de nossa marca na F1 e estou muito contente de poder formalmente clarificar a nossa posição de uma vez por todas. "



Suposta pintura para a Lotus (http://www.electroduo.com)


O Grupo Lotus escolheu as cores preta e dourada para a pintura do carro (inspiração na Lotus em que Emerson Fittipaldi conquistou seu primeiro título na Fórmula 1 em 1972, o 72D, porém não está decidido e pode haver mudança), o problema é que a Lotus Racing, pertencente a Tony Fernandes, já havia anunciado que usaria o esquema de pintura da época do patrocínio do John Player Special.









 
O Grupo Lotus e Fernandes disputam na Justiça inglesa os direitos de uso do nome Lotus.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Última etapa GT1 World Championship

Aconteceu hoje a última etapa da GT1 World Championship em San Luis na Argentina.
A corrida foi emocionante, o brasileiro Sérgio Jimenez chegou na 4a. posição, o Nissan GT-R da equipe Sumo Power caiu da 5a. posição para 18a. no meio da prova chegando na 17a.
É interessante observar este tipo de competição, eu diria, emocionante acompanhar as ultrapassagens e disputas por colocações.



Fred Makowiecki, Hexis Aston Martin No.9
“It has been a great weekend for Hexis and the Aston. The car was really strong on this circuit which is quite tricky and new for a lot of the drivers and the teams. I got a good start and just tried to keep a good pace going and we were lucky enough to build a lead and keep it until the end. I have to thank all the guys at Hexis as they did another great job this weekend and for the whole season.”




Resultado da corrida


PosCarClassDriversCarTimeLapsGapAvgspeed
19GT1Makowiecki / ClairayAston Martin DB901:00:28.603260.0000
25GT1Westbrook / MutschFord GT Matech01:00:42.2192613.6160
310GT1Piccione / HirschiAston Martin DB901:00:51.7622623.1590
425GT1Kechele / JimenezLamborghini Murcielago 670 R-S01:00:52.2262623.6230
58GT1Lopez / MückeAston Martin DB901:00:55.4862626.8830
637GT1Risatti / BassengLamborghini Murcielago 670 R-S01:00:56.4302627.8270
71GT1Bertolini / BartelsMaserati MC1201:01:01.0432632.4400
86GT1Jani / ArmindoFord GT Matech01:01:07.2492638.6460
933GT1Müller / HegerMaserati MC1201:01:20.2132651.6100
1024GT1Kox / HaaseLamborghini Murcielago 670 R-S01:01:27.0012658.3980
1138GT1Pastorelli / SchwagerLamborghini Murcielago 670 R-S01:01:58.227260.0010
1213GT1Hennerici / MargaritisCorvette Z0601:02:03.010260.0010
134GT1Ara / NilssonNissan GT - R01:02:09.880260.0010
142GT1Bernoldi / RamosMaserati MC1201:02:10.158260.0010
157GT1Turner / EngeAston Martin DB901:02:13.288260.0010
1622GT1Campbell-Walter / HughesNissan GT - R00:52:29.096220.0060
1723GT1Dumbreck / KrummNissan GT - R00:43:36.540180.0120
1841GT1Palttala / BobbiFord GT00:37:27.883160.0160
1940GT1Martin / LeindersFord GT00:38:19.814160.0150
2034GT1Pier Guidi / VerdonckMaserati MC1200:30:03.284130.0210
213GT1Wendlinger / MoserNissan GT - R00:32:33.845130.0190




PosTeam
1Vitaphone Racing Team
2Hexis AMR
3Reiter
4Young Driver AMR
5Matech Competition
6Sumo Power GT
7Triple H Team Hegersport
8Marc VDS Racing Team
9All-Inkl.com M. Motorsport
10Swiss Racing Team



quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Itaipava GT Brasil - Interlagos

Rogério Lima 23 モータースポーツ: Itaipava GT Brasil - Interlagos: "O Autodrómo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo - Brasil,  foi o palco do encerramento da temporada 2010, da Itaipava GT Brasil, neste último final de semana (27 e 28 Novembro)..."


"O campeonato Itaipava GT Brasil, tem a participação de grandes pilotos de nível internacional, as provas  são disputadas nos principais circuitos do Brasil, é uma boa opção para os fãs do automobilismo nacional. Agradecimento em especial aos pilotos Marçal Mello e Carlos Burza que gentilmente concederam o credenciamento a correspondente, Kátia Hashimoto do Portal Nippon, que cobriu o evento com fotos exclusivas."




fonte: http://rogeriolima23.blogspot.com/2010/12/itaipava-gt-brasil-interlagos.html




Veja mais fotos como esta em PortalNippon

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Pilotos em Interlagos GT1 World Championship, GTBR3 e GTBR4

Neste domingo dia 28 de novembro em Interlagos ocorreu a etapa final da Itaipava GT e também a penúltima etapa da GT1 World com os pilotos dando autógrafos para o pessoal que visitou os boxes.



Dando show em simpatia, são pessoas acessíveis, carismáticas...só elogios!!! E eu estou falando tanto dos nossos pilotos, quanto dos "importados".

Carlos Burza que me recebeu nos boxes! Obrigada!!!


Os brasileiros Enrique Bernoldi e Xandinho Negrão estiveram no pódio da GT1!



OS 10 PRIMEIROS NA CORRIDA GT1 WORLD

1 Bernoldi/Negrão (Maserati MC12)
2 Enge/Turner (Aston Martin DB9)
3 Hennerici/Margaritis (Corvette Z06)
4 Piccione/Hirschi (Aston Martin DB9)
5 Martin/Leinders (Ford GT)
6 Dumbreck/Krumm (Nissan GT-R)
7 Schwager/Pastorelli (Lamborghini Murcielago 670 R-S)
8 Jani/Armindo (Ford GT Matech)
9 Bertolini/Bartels (Maserati MC12)
10 Heger/Müller (Maserati MC12)


OS DEZ PRIMEIROS NO CAMPEONATO ITAIPAVA GTBR3


1 Valdeno Brito/Matheus Stumpf
2 Allam Khodair/Marcelo Hahn
3 Daniel Serra/Chico Longo
4 Claudio Ricci
5 Rafael Derani
6 Andreas Mattheis
7 Chico Serra
8 Claudio Dahruj
9 Xandy Negrão
10 Ricardo Maurício/Bruno Garfinkel


OS DEZ PRIMEIROS NO CAMPEONATO ITAIPAVA GTBR4


1 Valter Rossete
2 Renan Guerra
3 Fabio Greco
4 Cristiano Federico
5 Sergio Lagana/Alan Hellmeister
6 Marçal Melo/William Freire
7 Leonardo Medrado
8 Carlos Burza
9 Henrique Assunção
10 Ricardo Ribeiro/Gustavo Sondermann

Esteve presente também Rubens Barrichello